Domingo

A Missa é a de sempre.

A igreja é São Nicolau de Chardonnet, em Paris, preferida do bispo Lefebvre, fundador da Fraternidade São Pio X.

A música é de Bach, o maior gênio musical de todos os tempos.

“Quero velar junto do meu Jesus.
Assim, adormecem os nossos pecados.
A dor da sua alma expia a morte da minha.
Seus padecimentos tornam possível a minha alegria.
Deste modo, um sofrimento que nos redime
tem que ser, ao mesmo tempo, amargo e doce.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s